ChemRus 2021 :: vencedores

O ChemRus desafiou os alunos do ensino secundário a realizar um vídeo original de uma reação química com destaque para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas em 2015, e conhecidos como Agenda 2030. Em 2021, apesar de todas as restrições impostas novamente pela pandemia da COVID-19, a 10 ª edição do concurso contou com 15 vídeos originais de equipas de escolas de todo o país. É de destacar que este ano os vídeos são marcados pela presença das máscaras em adição ao equipamento de segurança individual em laboratório e por vídeos de Ciência a partir de casa. O nível competitivo dos vídeos apresentados, quer ao nível científico, quer ao nível das artes gráficas, presentearam-nos com uma decisão difícil. Assim, o Júri selecionou 2 vencedores, sendo estes:

  • “De óleo de cozinha a sabão” da equipa constituída pela Inês Ferreira, Juliana Meireles e Francisco Pereira a e pela professora Clara Tomé da Escola Secundária da Boa Nova- Leça da Palmeira.
  • “Síntese de um polímero biodegradável da equipa constituída pela Ana Moreira e João Magalhães e pela professora Conceição Machado da Escola Secundária de Caldas das Taipas.

Foram também atribuídas Menções Honrosas a:

  • De Óleo Alimentar a Biodiesel” da equipa constituída pela Matilde Tavares, Gustavo Silva e Gonçalo Cunha e pela professora Clara Tomé da Escola Secundária da Boa Nova- Leça da Palmeira.
  • “Nunca digas: desta água não beberei” da equipa constituída pela Beatriz Sá Pinto, Catarina Sá Pinto, João Vicente e pela professora Clara Tomé da Escola Secundária da Boa Nova- Leça da Palmeira.

Os elementos do grupo, bem como o professor responsável, serão premiados com um prémio de participação, a título pessoal com o apoio do Centro Ciência Viva de Lisboa e da Gradiva. Visite o canal YouTube do GQJ e conheça todos os participantes.

Agradecemos a todos os participantes e um agradecimento especial aos elementos do júri do concurso - Adriano Cerqueira, Diana Mendes Freire, Irina Pinheiro e Mário Nuno de Matos Sequeira Berberan e Santos.

química está cada vez mais na ordem do dia.


Publicado/editado: 20/09/2021