Vicente de Seabra

MEDALHA VICENTE DE SEABRA

A Medalha Vicente de Seabra foi instituída pela Sociedade Portuguesa de Química em 2002, tendo sido atribuída pela 1ª vez em 2004, durante o XIX Encontro Nacional da SPQ.

A medalha destina-se a premiar a alta qualidade, originalidade e autonomia do trabalho de investigação em Química desenvolvido em Portugal por um investigador de idade não superior a 40 anos. São proponentes os presidentes das Divisões da SPQ, e grupos de dez ou mais sócios da SPQ. O júri considerará a qualidade, impacto e quantidade do trabalho científico realizado pelos nomeados, especialmente nos cinco anos mais recentes.

Ver Lista de premiados

Regulamento da Medalha Vicente de Seabra
  • - A SPQ atribuirá bienalmente uma medalha em memória do químico Vicente Coelho de Seabra Silva Teles (Congonhas do Campo, 1764 - Lisboa, 1804), autor das obras pioneiras Elementos de Química (Coimbra, 1788-1790) e Nomenclatura Química Portuguesa, Francesa e Latina (Lisboa, 1801).
  • - A atribuição da medalha será o reconhecimento pela SPQ da alta qualidade, originalidade e autonomia do trabalho de investigação em Química desenvolvido em Portugal por um investigador de idade não superior a 40 anos.
  • - O Presidente da SPQ fixará e divulgará o calendário, nomeará os vogais do júri a que ele próprio presidirá, e coordenará o procedimento até à decisão final, devendo todo este processo decorrer nos doze meses anteriores à reunião da SPQ em que a medalha será entregue, e devendo estar terminado pelo menos 1 mês antes dessa data.
  • - Por indicação do Presidente da SPQ, os Presidentes de cada Divisão devem conduzir os processos de selecção de candidatos nas respectivas Divisões por meio de consulta aos respectivos afiliados. Cada Presidente de Divisão indicará ao Presidente da SPQ qual o candidato seleccionado, até à data limite fixada no calendário. Serão também consideradas propostas apresentadas por um mínimo de 10 sócios da SPQ, até à data limite.
  • - As candidaturas devem incluir uma memória descritiva da respectiva actividade científica, salientando as contribuições originais e autonomia científica do candidato proposto, bem como o respectivo CV. Toda a documentação deve ser obrigatoriamente submetida em suporte electrónico.
  • - O júri considerará a qualidade, impacto e quantidade do trabalho científico realizado pelos nomeados, especialmente nos cinco anos mais recentes.
  • - A medalha Vicente de Seabra será entregue no Encontro Nacional de Química, devendo o distinguido apresentar uma conferência sobre a sua investigação.

PERIÓDICOS DE QUÍMICA

PRÓXIMOS CONGRESSOS

Projecto Sal Ciência


com o apoio

© :: Sociedade Portuguesa de Química 2013