A Química das Coisas

Nova série de televisão desvenda a química do nosso dia a dia
Universidade de Aveiro lança programa de divulgação de ciência na RTP2
Já alguma vez pensou que é graças à química que pode beber café descafeinado, trabalhar num computador portátil ou usar post-its para apontar um recado? A nova série «A Química das Coisas» vai desmascarar a química escondida no nosso dia a dia e mostrar como os desenvolvimentos recentes desta ciência contribuem para o nosso bem-estar. Com estreia agendada para o dia 16 de março, às 13h55, na RTP2, o novo programa televisivo tem autoria do Departamento de Química da Universidade de Aveiro (DQ), produção da Science Office e Duvideo e apresentação de Cláudia Semedo.
Os episódios, de cerca de três minutos cada, foram produzidos a pensar no grande público, com uma linguagem acessível e explicações visuais apelativas. Cláudia Semedo conduz o espectador pelos meandros da química que nos rodeia, ao logo dos 26 programas da série, em exibição de segunda a sexta-feira, até 3 de abril.
«A Química das Coisas» é uma iniciativa do DQ que assim leva um pouco mais além as ações de divulgação de ciência para o grande público a que já nos habituou. Manuel António Assunção, Reitor da UA, afirma: «A divulgação da ciência contribui para criar sonhos e despertar vocações, estimulando a vontade de descobrir e de utilizar o conhecimento em benefício de todos: é assim que se renovam as gerações de cientistas. Esta é uma área a que a Universidade de Aveiro dedica particular atenção, e que se traduz em inúmeros projetos abertos às escolas, às autarquias e à sociedade. “A Química das Coisas”, tirando partido da televisão, meio que chega à grande maioria dos portugueses, é a mais recente iniciativa da Universidade de Aveiro neste domínio e contribuirá, estou certo, para um novo olhar sobre a química que nos rodeia e sobre a química que também somos. E daí para o sonho e para a curiosidade …».
Paulo Ribeiro Claro, coordenador da iniciativa comenta: «o projeto tem sido uma experiência totalmente nova, um enorme desafio. Eu faço investigação em química-física, usando coisas como radiação laser e computadores e apesar de ter já alguma experiência em atividades de comunicação de ciência, não foi fácil a transição para um projeto multimédia com esta ambição. Neste aspeto, foi essencial a parceria com a equipa do Science Office que, entre outras tarefas, fez a ponte entre a linguagem científica e a linguagem televisiva, mas permitindo que eu tivesse sempre um papel no controlo da qualidade dos conteúdos».
Mas «A Química das Coisas» não se fica apenas pela televisão. Este ambicioso projeto de divulgação científica estende-se a outras plataformas. Assim, poderá também desvendar a química do dia a dia na RDP Internacional e África, no iPad e na Internet, no website oficial e em diferentes redes sociais. Brevemente, estes conteúdos estarão também disponíveis em formato impresso e serão distribuídos gratuitamente em parceria com um jornal nacional.

A apresentação pública da «Química das Coisas» foi no dia 16 de março, dia da estreia televisiva.
O programa foi produzido no âmbito do Ano Internacional da Química 2011 e é um dos 29 projetos financiados pelo Programa Media Ciência, uma iniciativa do COMPETE - Programa Operacional Fatores de Competitividade e Ciência Viva, lançado em 2010 para apoiar a produção de conteúdos para divulgação científica e tecnológica nos media.
ver mais
Publicado/editado: 16/03/2012
PERIÓDICOS DE QUÍMICA
PRÓXIMOS CONGRESSOS


com o apoio

© :: Sociedade Portuguesa de Química 2013