Capa
Série ii / Número 149 / Volume 42
Julho 2018
Descarregar revista

Os artigos publicados neste número do QUÍMICA são, maioritariamente, de jovens investigadores premiados no 12.º Encontro Nacional de Química Orgânica e 5.º Encontro de Química Terapêutica que decorreu em Coimbra em janeiro de 2018 e que foi organizado conjuntamente pelas Divisões de Química Orgânica e de Química Terapêutica da SPQ. Estes investigadores aceitaram o convite para descreverem, numa linguagem não demasiado especializada, os temas principais das suas teses de mestrado ou de doutoramento.


O Professor Victor Gil faleceu em Coimbra, no passado dia 30 de maio de 2018, deixando-nos, para sempre, o legado do seu saber inspirador, da sua inteligência viva e aguda, do manifesto brilho intelectual e do amor ao justo e à retidão.


Em 2017 a SPQ candidatou-se à realização do congresso da EuCheMS em 2020. Após uma disputa com outras seis sociedades europeias, a direção da EuCheMS decidiu atribuir à SPQ a realização deste congresso – o ECC8. Tal como ficou estabelecido na proposta de candidatura, o congresso terá lugar em Lisboa, no centro de congressos da antiga FIL, entre os dias 30 de agosto e 3 de setembro de 2020. A SPQ terá a colaboração da Sociedade Portuguesa de Eletroquímica (SPE) na realização do referido congresso.


- 1st ChemPubSoc Europe Early Career Researchers Meeting
- ANALÍTICA - 2018
- Jornadas do Departamento de Química da Universidade de Évora 2018
- Semifinal Regional das Olimpíadas de Química Júnior 2018 - Aveiro
- Semifinal Regional das Olimpíadas de Química Júnior 2018 - Beira Interior
- Semifinal Regional das Olimpíadas de Química Júnior 2018 - Coimbra
- Semifinal Regional das Olimpíadas de Química Júnior 2018 - Porto (FCUP)
- Semifinal Regional das Olimpíadas de Química Júnior 2018 - Porto (FEUP)
- Semifinal Regional das Olimpíadas de Química Júnior 2018 - Trás-os-Montes e Alto Douro
- Semifinal Regional das Olimpíadas de Química Mais 2018 - Bragança
- Semifinal Regional das Olimpíadas de Química Mais 2018 - Minho
- Olimpíadas de Química Mais 2018 – Final Nacional


Poções e Paixões – Química e Ópera é um título cativante para um livro deslumbrante que traz a promessa (cumprida ao longo do texto) de encantamento e enamoramento mútuos entre ciência e a arte.


Terminei a minha carreira académica na Universidade do Minho, onde, para o bem e para o mal, tive o privilégio de ser um dos seus construtores. O que consegui ou não consegui fazer na universidade a que tive a ousadia de chamar minha foi um reflexo do que sou e das vivências académicas que trazia comigo. Cedo em criança revelei interesse por ciência e técnica, e inclinação para desenho. Um inato bloqueio para aprender o que me fosse desinteressante e uma visceral repulsa por decorar tudo o que não me parecesse racional iriam condicionar-me todo o percurso de estudante: até à universidade nunca passei de aluno mediano. Nos dois últimos anos tivera um professor de filosofia que me motivou para a epistemologia e estimulou a estudar cosmogonia como autodidata, cultivando o conhecimento científico no sentido renascentista. Foi uma experiência avassaladora mas ilusória: em Portugal, Ciência não era profissão para ninguém. Por constar que haveria empregos para engenheiros químicos, foi o que escolhi. Ainda fui assolado por uma recorrente tentação pela arquitetura, mas ao tempo os arquitetos não se formavam na universidade, o que retirava empregabilidade à profissão.


Os compostos heterocíclicos oxigenados (ex.: flavonoides, xantonas e cromonas) e nitrogenados (ex.: quinolonas, acridonas e quinolinas) são abundantes na Natureza. A relevância das suas propriedades biológicas leva a que o
desenvolvimento de estratégias sintéticas para os preparar continue a ser um tópico de investigação importante.
Neste artigo apresenta-se a síntese de 3-estirilflavonas, 3-estirilquinolonas, benzo[c]xantonas, benzo[c]acridonas e furo[3,2-c]quinolinas com potencial aplicação antioxidante e/ou anti-inflamatória. As 3-estiril(flavonas e quinolonas)
foram obtidas através de reações de Heck e de Wittig enquanto que os derivados de benzo[c](xantona e acridona) e furo[3,2-c]quinolina foram obtidos por reações de eletrociclização/oxidação utilizando uma lâmpada UV de mercúrio de alta pressão ou por aquecimento a altas temperaturas em condições clássicas.


Os compostos orgânicos fluorescentes têm uma vasta gama de aplicações, desde materiais luminescentes até à marcação de células ou tecidos para estudos biológicos. Habitualmente, estes compostos são estudados e usados em soluções muito diluídas para evitar interações fluoróforo-fluoróforo que podem reduzir a intensidade da emissão. Mas alguns fluoróforos apresentam a propriedade oposta, e são mais luminescentes quando interagem com eles próprios ou com outras entidades, devido à formação de agregados ou à rigidificação das suas estruturas. Neste artigo, esta particularidade é explicada e ilustrada com famílias de fluoróforos que apresentam o fenómeno de emissão induzida por agregação ou por formação de agregados J. A produção de materiais luminescentes com esta propriedade e a sua utilização na deteção de macrociclos é também discutida.


O indole e o azaindole são estruturas privilegiadas em química medicinal. Por isso, existe a necessidade de desenvolver métodos sintéticos mais sustentáveis para a obtenção destas estruturas, evitando o uso de reagentes tóxicos, condições drásticas e métodos de purificação dispendiosos. Este artigo descreve o desenvolvimento de métodos para a construção do anel azaindole utilizando reações catalisadas por metais, bem como as variantes em que foi utilizado um suporte polimérico solúvel, barato, biocompatível e facilmente reciclável para preparar esses compostos heterocíclicos.


Este artigo descreve a preparação de azabiciclo[x.1.0]alcanos (aziridinas bicíclicas) através de resolução enzimática e o seu uso na síntese de moléculas bioativas. O oseltamivir, um antiviral comercial, e o seu análogo contendo fósforo, o tamifósforo (tamiphosphor), foram preparados usando estes compostos (x = 4) como material de partida. Esta nova via de síntese poderá ser usada na preparação de novos análogos do oseltamivir com potencial atividade contra vírus influenza. Uma aziridina similar (x = 3) foi usada como material de partida em estudos relacionados com a síntese estereosseletiva da terpestacina, um produto natural. Apesar da estratégia não ter tido sucesso, foram identificadas algumas reações e moléculas interessantes. Também foram estabelecidos neste trabalho alguns métodos e reagentes para a preparação de compostos α-clorocarbonílicos e 1,3-dicetonas ou derivados de 1,3-cetoácidos.


Em 1834, Honoré Balzac escreveu “A Procura do Absoluto”, um dos seus muitos escritos filosóficos, uma novela em que o personagem central é Balthazar Claës, Conde de Nourho, e senhor da Casa de Claës, em Douai, um homem apaixonado pela ciência em geral, e pela química, em particular, que a partir de certa altura se devotou por completo à procura do solvente universal, o alkahest, até à ruina completa da fortuna que possuía. Num misterioso e feliz achado, acabaria recompensado e reconciliado consigo: encontrou o seu solvente universal.


Alfredo da Purificação Borges da Silva Gouveia, filho de Benigno Luís Gouveia e de Ana de Jesus Borges da Silva Gouveia, é natural de Alfandega da Fé (Bragança), onde nasceu em 9 de fevereiro de 1918. Matriculou-se na Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra, no ano letivo de 1940–1941, na Licenciatura em Ciências Físico-Químicas, que concluiu, em 1945.


A atividade proposta nesta edição pretende demonstrar uma cristalização aparentemente instantânea. Nesta experiência iremos preparar gelo a fingir utilizando uma solução sobressaturada e uma reação ácido-base já bastante conhecida desta rúbrica.


- VIII Ibero-American NMR Meeting
- X Congresso Ibérico de Espetroscopia / XXVI Encontro Nacional de Espetroscopia
- 28th International Conference on Organometallic Chemistry


.