Ensino Superior – Cursos de Química perdem alunos na 1ª fase

Os cursos da área de Química (Química, Bioquímica e Engenharia Química) perderam 197 alunos na 1ª fase de colocações do ensino superior de 2006, relativamente ao ano de 2005.

No total foram colocados 875 alunos, correspondentes a 58% das vagas disponibilizadas. As perdas são particularmente elevadas no caso da Engenharia Química (-114 alunos), embora sejam relevantes em Química (-58) e em Bioquímica (-25).

Os resultados deste ano contrariam a ligeira recuperação verificada em 2005, quando foram colocados em cursos de química 1075 alunos, mais 20 do que em 2004.

As explicações para este facto podem provavelmente encontrar-se nos resultados dos exames nacionais de Química e de Matemática. O peso da Matemática faz-se sentir particularmente nos cursos de Engenharia Química e no curso de Química que exigia prova específica a esta disciplina (Universidade de Aveiro).

A redução significativa do número de estudantes nos cursos de Engenharia Química, associada às alterações verificadas no ensino secundário – que relegam as disciplinas de Química para um papel menor na formação científica dos jovens – lançam um alerta quanto ao futuro desenvolvimento científico e tecnológico do país, que corre o risco de estagnar ou ter de ser feito à custa de mão-de-obra qualificada contratada no estrangeiro.

PRC
Publicado/editado: 18/09/2006
PERIÓDICOS DE QUÍMICA


com o apoio

© :: Sociedade Portuguesa de Química 2013