Prémio "Molecular Frontiers" para perguntas de jovens até aos 16 anos

A “Molecular Frontiers Foundation” (Fundação Fronteiras Moleculares) anunciou a abertura do seu prémio anual para a melhor pergunta científica colocada por jovens até aos 16 anos.
O prémio “Molecular Frontiers Inquiry Prize” – que numa tradução livre se pode designar por Prémio Questão Fronteiras Moleculares – é um prémio único no mundo, já que premeia os concorrentes não pelos seus feitos ou sucessos mas pelas questões que colocam.

O Prémio (que consiste numa Medalha Fronteiras Moleculares, um certificado e um telemóvel de última geração) será atribuído a 20 raparigas e a 20 rapazes em cada ano. A avaliação final será da responsabilidade de um júri que inclui oito laureados com o Prémio Nobel e diversos cientistas de prestígio durante a cimeira da “Molecular Frontiers Foundation”, a realizar em Maio de cada ano, na Real Academia das Ciências Sueca, em Estocolmo.

O “Molecular Frontiers Inquiry Prize” pretende estimular, de uma forma continuada, a curiosidade natural dos jovens e a sua propensão para colocar questões profundas que podem conduzir a novos interesses científicos, perspectivas de novos conhecimentos, e tecnologias inovadoras.

As questões (são aceites mais do que uma por candidato) podem ser submetidas ‘on-line’ em www.moleclues.org (’Mole Clues’, não ‘Molecules’) ou enviadas por FAX ou correio. A opção ‘on-line’ permite que a rede de mentores da “Molecular Frontiers Foundation” guie os jovens através de recursos da internet seguros e cientificamente válidos.

Aompremiar os jovens por colocarem questões livremente e fornecendo-lhes um ambiente ‘online’ interactivo, imaginativo, e creativo que mostra como a Ciência está intimamente ligada ao Mundo (www.moleclues.org), a “Molecular Frontiers Foundation” espera criar uma geração de cidadãos conhecedores da Ciência, brilhantes e responsáveis.

ver mais
Publicado/editado: 10/09/2007
© :: Sociedade Portuguesa de Química 2013