Capa
Série II / Número 140 / Volume 40
Março 2016
Descarregar revista

Mulheres na Ciência  é uma exposição patente no Pavilhão do Conhecimento que reúne mais de uma centena de retratos de investigadoras portuguesas, constituindo uma homenagem às mulheres cientistas (que em Portugal representam 46% do total de investigadores).


O novo livro de texto de Bioquímica intitulado “Integrative Human Biochemistry - A Textbook for Medical Biochemistry”, de que são autores Andrea de Poian e Miguel Castanho, é um livro de texto dirigido a quem se dedica ao estudo das ciências da Vida e da Saúde, onde é apresentada, sob uma perspectiva integrada, a química e a física das diferentes biomoléculas e o modo como essas características determinam a organização das células, dos tecidos e dos organismos complexos como é o organismo humano.


Paulo Coelho é professor Associado com agregação da Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro. Licenciou-se em Química pela Faculdade de Ciências de Lisboa em 1991 e doutorou-se em Química Orgânica pela Universidade de Paris-Sud em 1995. Foi membro fundador do Centro de Química-Vila Real (CQVR), sendo actualmente director desta unidade de investigação. Desde 1999 desenvolve investigação na área da química orgânica na síntese e caracterização de compostos fotocrómicos. Entre 1999 e 2015 ganhou seis projectos de investigação financiados pela FCT e pelo QREN que permitiram equipar um laboratório de Química Orgânica e montar um sistema de irradiação UV-Vis acoplado a um espectrofotómetro de UV-Vis destinado a medir as propriedades de diversos compostos fotocrómicos termicamente reversíveis.  É revisor assíduo de diversas revistas científicas e autor de mais de 50 publicações ISI.


Vários trabalhos têm descrito a quantificação de drogas orgânicas e elementos químicos em cabelo humano, embora persistam incertezas sobre a validade analítica dos resultados, principalmente quando os analitos são elementos químicos. No entanto, é indiscutível a utilidade da análise química de cabelo em várias aplicações toxicológicas, tais como análise forense, diagnósticos clínicos e avaliação da exposição ambiental.


Os polímeros molecularmente impressos (MIPs) não são novos! No entanto, embora tenham sido reportados pela primeira vez há mais de 80 anos por Polyakov, a impressão molecular continua a ser uma área de investigação desafiante e de grande atividade        


No presente trabalho são analisados alguns dos aspectos (aparentemente) controversos das contribuições da química para o mundo actual e dos dilemas levantados por esta ciência. Dos adubos sintéticos de Haber e Bosch ao buraco de ozono e aquecimento global, passando pelo uso de pesticidas e a presença de plásticos e microplásticos nos oceanos, serão abordadas diferentes perspectivas (optimistas e pessimistas) existentes actualmente.  


As medições reológicas constituem ferramentas valiosas, quer na caracterização do fluxo e deformação de um material, quer na otimização dos parâmetros reológicos. A aplicação e a aceitação das formulações farmacêuticas, cosméticos e produtos alimentares dependem das suas características reológicas, tais como a textura, a consistência,                                                                                                                                      descrito um procedimento laboratorial simples com a duração de duas horas para a caracterização reológica de alguns alimentos, cosméticos e excipientes farmacêuticos, recorrendo a um viscosímetro digital de Brookfield.


Em 1744, o Bispo e Filósofo irlandês George Berkeley (1685-1753), no seu tratado Siris: a Chain of Philosophical Reflexions and inquiries, discorrendo sobre a natureza metafísica do universo físico, entendia que este mais não é que ”uma unidade orgânica” resultante da “condensação da luz”; e defendia ser possível fabricar ouro através dessa condensação por penetração da luz "nos poros da prata viva, o mescúrio".                                               


A proposta desta edição é um verdadeiro teste à paciência! Tentaremos reproduzir algo que na natureza acontece muito lentamente a formação de geodos. Os ovos irão simular a cavidade rochosa e será simplesmente uma questão de tempo até que os nossos esforços produzam as formações cristalinas tão desejadas.